Blog   Facebook   Convenios   Links Uteis   Localizacao   Contato   Inicio  
                 
   
               
                 
Clinica IACVC  
       
 

O que são varizes?

As varizes nada mais são que veias superficiais dilatadas que geralmente aparecem nas pernas. Embora sejam mais comuns em mulheres, os homens também podem apresentar varizes. Em alguns casos, o fator estético é o único fator que leva o paciente a procurar seu médico, mas em muitos outros as pessoas sentem um cansaço ou dores nas pernas.
 

 

varizes

O que são microvarizes?

Também são veias superficiais, porém de diâmetro menor. Não são tortuosas nem dilatadas, portanto, não fazem relevo na pele. Em geral os prejuízos são apenas estéticos.

Podem ser tratadas no pr óprio consultório através de escleroterapia ou com uma pequena cirurgia para retirada das microvarizes através de microincisões e anestesia local.

 
     
Salto alto pode causar varizes?

Não causam diretamente as varizes, mas são responsáveis por causar uma sensação de peso e cansaço nas pernas ao final do dia. Isso porque quando se usa o salto alto, a mulher ao caminhar não contrai os músculos da panturrilha e não ativa a bomba muscular para ajudar o sangue a voltar para o coração. 

Seu uso diário e sem uma atividade física regular, faz aumentar consideravelmente a chance de desenvolver varizes precocemente. 

 
Quais as causas mais comuns das varizes nas pernas?

Entre as causas mais importantes está o fato de o ser humano permanecer em pé durante muito tempo de sua vida, pois no longo prazo, o aumento de pressão nas veias das pernas dificulta o retorno do sangue dos pés ao coração.

Outras causas do desenvolvimento das varizes são: Hereditariedade (passa de pais para filhos), gravidez, obesidade, sedentarismo, hormônios femininos (uso de anticoncepcionais e terapia de reposição hormonal para a menopausa) ou ficar muito tempo em pé ou parado em razão do trabalho desenvolvido, como balconistas e professores por exemplo.
 

Por que as varizes são mais comuns nas pernas do que em outros lugares?

Quando o sangue sai do coração e chega até as pernas e pés, ele tem de voltar ao coração e aos pulmões para receber mais oxigênio e iniciar um novo ciclo. O sangue consegue voltar ao coração com a ajuda dos músculos da perna e através de mecanismos da própria veia.

Quando os músculos da panturrilha contraem, eles ajuda a bombear o sangue em direção ao coração. Por isso que a panturrilha é chamada de coração periférico.

Outro fator que ajuda é a própria anatomia da veia, pois ela possui válvulas em sei interior para impedir que o sangue desça em direção aos pés.  Quando esses mecanismos não funcionam normalmente, a tendência é o sangue fazer uma maior pressão nas veias da perna, pois é onde a ação da gravidade faz uma maior pressão.

 
É possível prevenir as varizes?
 
Sim. As varizes podem ser evitadas através de uma vida saudável e ativa. Pratique exercícios regularmente e evite ficar muito tempo em pé ou sentado durante o dia.
 
O uso de meias elásticas ajuda muito na prevenção e no alívio dos sintomas para quem já tem varizes, mas existem muitos tipos e com pressões diferentes, por isso devem ser orientadas por um cirurgião vascular.
 
Quais os sintomas que uma pessoa com varizes apresenta?

Além do desconforto estético das varizes, as pessoas reclamam de inchaço nos tornozelos e uma sensação de cansaço e peso nas pernas principalmente no final do dia. Nas mulheres os sintomas pioram durante a menstruação ou durante a gravidez. Temperaturas elevadas também fazem as veias se dilatarem mais e causar mais sintomas.
 
 
 
                     
 

Como é feito diagnóstico de varizes?

As varizes são diagnosticadas através de um exame clínico e físico em que são verificados histórico familiar, profissão, características dos sintomas e hábitos de vida. As veias safenas são analisadas através de um Ultrassom Doppler para avaliar se existe insuficiência de suas válvulas e refluxo venoso.

Para um planejamento cirúrgico adequado, é imprescindível a realização deste exame.
   
     
Existem também medicamentos que ajudam no tônus da veia e melhoram a circulação venosa, mas também existe uma infinidade de medicamentos e apenas alguns são eficazes, sendo necessário ser prescrito por um médico especialista. 
 
         

Qual a relação de varizes e gravidez?

         
   
 
               
Quais são as complicações das varizes?

As varizes não apresentam complicações graves. Com a veia dilatada, sua parede mais fina e a pressão aumentada em seu interior durante muitos anos, o sangue pode atravessar a parede da veia e causar uma mancha marrom na parte de baixo da perna, chamada de dermatite ocre. 

Outra complicação é a tromboflebite superficial, na qual se forma um coágulo no interior da veia dilatada e causar dor e inflamação em seu trajeto. Caso esse trombo esteja muito próximo de alguma veia profunda, deve-se tratar com anticoagulantes para esse trombo não causar uma trombose venosa profunda e com complicações mais graves.

E em casos muito avançados, aparecem as chamadas úlceras venosas, que são na maioria dos casos de difícil cicatrização se não tratadas corretamente e podendo causar transtornos na vida profissional e social do paciente e seus familiares.  
     
As gestações são um importante fator de risco para o desenvolvimento das varizes. Isso acontece principalmente por 2 motivos.

Um deles é pelo fato de o útero crescer de tamanho e comprimir a veia cava no interior do abdômen e dificultar a subida do sangue das pernas até o coração, causando um aumento da pressão do sangue nas veias da perna.

E o fator mais importante é o fator hormonal. Na gestação, os níveis de hormônios femininos estão muito altos e isso causa um enfraquecimento da parede da veia e formando as varizes gestacionais.

Quanto maior o número de gestações, maior a probabilidade de desenvolver estas varizes.   
               
Quais são os tratamentos para as varizes?

Existem vários tratamentos para as varizes e devem ser indicados de acordo com cada caso.
     
O tratamento mais comum e tradicional é a retirada das varizes através da cirurgia tradicional, onde as varizes e as safenas são retiradas e apresentam resultados ótimos em termos de eficácia e estética, pois é possível fazer aplicações para o tratamento das varicoses no mesmo ato operatório.
   
Leia o artigo da revista Saúde da Mamãe
 
download
Se retirar as safenas, como o sangue volta ao coração?

Nas pernas, existem 2 tipos de circulação venosa, uma superficial, que drena 10% do sangue e outra profunda, que é responsável por drenar 90%  do volume sanguíneo. As varizes e as safenas fazem parte apenas do sistema venoso superficial e retirá-las não trará nenhum problema em sua circulação. 
As varizes voltam?

Não. As veias doentes são retiradas durante a cirurgia ou perdem sua função através dos outros tratamentos menos invasivos.

O fato de uma pessoa operar as varizes por mais de uma vez se explica pelo fato de que as veias que estavam normais na época da primeira cirurgia se tornam dilatadas e doentes com o tempo e com os fatores de risco já mencionados, necessitando de uma nova cirurgia.
Existem técnicas mais novas como o uso do endolaser e da radiofreqüência para o tratamento das veias safenas, com resultados funcionais muito bons. Indicamos estes últimos procedimentos para pacientes acima do peso e para pacientes mais idosos, pois após algum tempo da cirurgia, podem surgir outras varizes na mesma paciente, e uma nova cirurgia em pacientes tratados com essas técnicas é mais difícil, pois existe um cordão fibroso no trajeto da safena tratada e dificultando a retirada de ramos varicosos ao seu redor.
Escleroterapia com Espuma
Uma outra técnica é a escleroterapia das safenas e varizes com espuma, com resultados muito satisfatórios e de simples técnica, podendo ser realizada até mesmo no próprio consultório médico.  
       
 
 
  Blog   Blog   Blog   Blog   Blog   Blog   Blog